Não faça sua filha abraçar parentes no Natal, diz organização

A publicação foi feita num contexto em que centenas de mulheres vêm a público para denunciar o assédio sexual que já sofreram

São Paulo – Quem nunca, quando criança, abraçou um parente ou amigo da família única e exclusivamente por insistência de algum familiar? A Girl Scout (garotas escoteiras, na tradução livre) pede que esse costume dos mais velhos em eventos sociais seja reavaliado. Do contrário, segundo a organização, a criança pode desenvolver uma ideia errada sobre consentimento e afeição física.

A publicação feita no blog da Girl Scout explica que, dizendo à criança que ela deve a alguém um abraço – seja porque ela não vê uma pessoa há um tempo ou porque alguém lhe deu um presente – pode fazer com que ela ache mais tarde que “deve” a outra pessoa qualquer tipo de afeição física, se alguém lhe pagar um jantar ou fizer qualquer gesto aparentemente agradável.

A publicação foi feita num contexto em que centenas de mulheres vêm a público para denunciar o assédio sexual que já sofreram. Principalmente no meio do cinema.

“A noção de consentimento é mais clara na cabeça de um adulto, mas não é na de uma criança”, diz a psicóloga da Girl Scouts, Andrea Bastiani Archibald. “As lições que as meninas aprendem quando são jovens sobre a definição de limites físicos podem influenciar a forma como elas se sentem sobre si mesmas e seu corpo enquanto envelhecem”.

O conselho da diretoria do Girl Scout é permitir que a criança tenha seu espaço e decida que tipo de manifestação afetiva quer ter com cada familiar. Em outras palavras: deixe rolar. “Existe outras maneiras de mostrar afeto e amor que não envolvem contato físico”.

Lembrete: ça não deve um abraço a ninguém. Nem mesmo nos feriados Lembrete: ela não deve um abraço a ninguém. Nem mesmo nos feriados

Lembrete: ela não deve um abraço a ninguém. Nem mesmo nos feriados (Girls Scout/Reprodução)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Realmente, os pais das crianças são retardados e não sabem quem é de confiança.
    Alias, a tal organização “Girl Scouts” é financiada pelo gangster globalista George Soros.

  2. Professor Leandro Anti Comunista

    Mais uma idiotice da geração mimimi.