Na TV, Serra rebate Dilma e diz que fortalecerá estatais

Segundo o tucano, programa eleitoral de Dilma divulga mentiras e informações falsas

São Paulo – O presidenciável do PSDB, José Serra, usou seu programa eleitoral na TV na tarde desta sexta-feira para rebater as afirmações de sua adversária, Dilma Rousseff (PT), de que o tucano privatizaria estatais assim como fez seu aliado, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

“No Brasil, nos últimos 25 anos, todos os presidentes privatizaram. Sarney, Collor, Fernando Henrique, Itamar e Lula. Em cada época por necessidades diferentes”, disse Serra, após afirmar que a campanha de Dilma tem divulgado “um montão de mentiras e informações falsas”.

“Eu quero hoje aqui deixar a minha posição bem clara. Como presidente eu vou fortalecer as empresas públicas brasileiras”, completou, ao mencionar a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, os Correios e a Eletrobrás.

“Aliás, eu luto pela Petrobras desde que eu era líder estudantil, aos 21 anos”, afirmou.

A campanha de Dilma repetiu na tarde desta sexta-feira a propaganda veiculada na noite da véspera em que insinua que, se eleito, Serra privatizaria a Petrobras e o petróleo da camada pré-sal. Segundo a petista, “o principal assessor do candidato Serra para a área de energia” é quem defende essa ideia.

A campanha de Serra também aproveitou para mencionar a pesquisa CNT/Sensus, divulgada na véspera e que aponta empate técnico entre ele e Dilma, e afirmou que o resultado da pesquisa provocou “desespero” na campanha petista.

Para rebater as acusações de que o tucano privatizaria a Petrobras, a propaganda de Serra mostrou uma matéria divulgada pelo portal de uma revista econômica que afirma que as ações da estatal tiveram alta, após semanas de quedas, por conta da subida de Serra nas pesquisas.