Na Rússia, mensagem misteriosa em urso polar intriga cientistas

Cientistas temem que pichação no pelo do animal prejudique sua capacidade de caçar e se camuflar. Circunstâncias do episódio não estão claras

São Paulo – Um mistério está intrigando (e indignando) cientistas e conservacionistas mundo afora. Nesta semana, um vídeo gravado na Rússia que mostrava um urso polar pintado com o termo “T-34” viralizou nas redes sociais e, agora, especialistas tentam entender o que essa mensagem quer dizer e onde está esse animal.

O temor da comunidade científica é o de que a tinta custe a sair do seu pelo, prejudicando a sua habilidade de caçar e se camuflar. Sobre a mensagem, há uma pista: o termo se refere a um tanque soviético que teria sido chave na derrota dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

O vídeo foi compartilhado por um membro da organização não-governamental WWF e compartilhada em redes sociais na Rússia. Veja abaixo o vídeo que mostra o urso polar:

De acordo com Sergey Kavry, que deu entrevista a veículos de imprensa internacionais, como a rede de notícias BBC, o vídeo foi recebido por meio de um grupo de WhatsApp do qual fazem parte os povos originários da região de Chukotka, território autônomo localizado no extremo leste da Rússia.

Para cientistas, explicou o jornal britânico The Guardian, o caso parece uma piada de péssimo gosto. No entanto, eles lembram que seria impossível conseguir pintar a mensagem nesse animal, a não ser que ele tenha sido sedado, o que os intrigou ainda mais.

Uma hipótese seria a de que a pichação tenha sido uma espécie de protesto da população de outro local na Rússia, o arquipélago Nova Zembla, no Ártico. Neste ano, a região registrou vários episódios de ursos polares invadindo residências e estabelecimentos comerciais. A ação, portanto, poderia dos seus habitantes numa tentativa de chamar a atenção das autoridades.