Raúl Castro encontra Lula, Medvedev e Correa

O presidente de Cuba participa da cúpula Rio+20, mas já realizou vários encontros bilaterais

Havana – O presidente de Cuba, Raúl Castro, que participa da cúpula Rio+20, realizou vários encontros bilaterais no Rio de Janeiro, destacando um com Luiz Inácio Lula da Silva e outros com o primeiro-ministro russo, Dimitri Medvedev, e com o presidente equatoriano, Rafael Correa.

Segundo a imprensa cubana, Raúl Castro e Lula, ‘dois grandes e velhos amigos’, realizaram um ‘emotivo encontro e mantiveram uma amena conversa sobre diferentes temas de interesse’. Apesar de ter destacado esse encontro, os jornais locais não apresentaram mais detalhes sobre o conteúdo desta reunião.

Na Rio+20, o presidente cubano também se reuniu com o governante equatoriano, Rafael Correa, e com o primeiro-ministro da Rússia, Dimtri Medvedev.

Raúl Castro também foi visto com o presidente de Cabo Verde, José Carlos Fonseca; do Turcomenistão, Kurbanguly Berdimujamédov; o vice-presidente de Angola, Fernando da Piedade dos Santos; o primeiro-ministro do Nepal, Barburam Bhattarai, e o vice-presidente das Seicheles, Danny Faure.

Os encontros, de acordo com a imprensa cubana, tinham o objetivo de avaliar o estado atual da relação bilateral da ilha com estes países, o conteúdo da cúpula Rio+20 e outros temas de caráter internacional.

Em seu discurso na conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável, realizado nesta quinta-feira, Raúl Castro propôs o fim dos arsenais nucleares e também defendeu o desarmamento de todas as nações.

Citando os países industrializados e o modelo neoliberal como duas das principais causas para a crise da sociedade moderna, o presidente cubano pediu aos governantes presentes para deixar de lado ‘as justificativas e egoísmos’ para buscar soluções ‘Desta vez, todos, absolutamente todos, pagaremos pelas consequências da mudança climática’, advertiu Castro.