Standard & Poor's rebaixa ainda mais títulos da General Motors

<I>Agência menciona maior risco de falência e avalia esforço de reestruturação como insuficiente para que montadora supere a crise</I>

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s emitiu o sinal mais explícito de que a montadora americana General Motors corre risco de falir. Os títulos da companhia foram rebaixados novamente e o plano de reestruturação anunciado pelo presidente executivo Rick Wagoner foi avaliado como insuficiente para superar a crise.

“Estamos afirmando que a falência é mais possível do que parecia ser antes, dada a deterioração das perspectivas de negócios e da condição financeira [da GM]”, afirma Scott Sprinzen, analista da S&P.

A agência rebaixou os papéis da GM em dois níveis, de “BB-” para “B com viés negativo”. O histórico de falências de empresas BB-, no período de um ano, é de 1,2%. A ocorrência de default em empresas B sobe para 5,7%. É a terceira vez em que a S&P reavalia negativamente a classificação de risco da montadora.