Preço do petróleo recua com alívio diante de impacto do furacão Rita

Mas 16 refinarias do Texas continuam paralisadas

As cotações internacionais de petróleo estão abaixo de 64 dólares. Trata-se de um sinal emitido pelos mercados de que estão aliviados diante do balanço da passagem do furacão Rita. O furacão passou perto, mas não atingiu em cheio zonas de processamento de petróleo cruciais no Texas. Os danos relatados são relativamente pequenos.

Ainda assim, diz reportagem desta segunda-feira (26/9) do diário americano The Wall Street Journal, 16 refinarias texanas continuam fechadas depois da tempestade. Equipes de verificação localizaram estragos significativos em pelo menos uma delas, da Valero Energy Corp., com capacidade para 255 000 barris diários. Os reparos deverão consumir duas semanas.

Com o inverno do hemisfério norte se aproximando, continua a preocupação de que os problemas no refino de petróleo impliquem em escassez de derivados, e conseqüentemente, nova alta das cotações. Mas há analistas que mantêm uma certa serenidade. “Há uma avaliação no mercado de que chegamos a um forte ponto de inflexão e que a demanda vai cair rapidamente”, diz Deborah White, analista de energia da SG Securities.