Mulheres não participarão de eleições municipais sauditas

Votação será a segunad a acontecer na história do país

Riad – As autoridades da Arábia Saudita anunciaram nesta segunda-feira que as mulheres não terão direito a participar das eleições municipais de abril, as segundas que acontecem na história do país, após o pleito similar de 2005.

Foi o que afirmou em entrevista coletiva concedida em Riad o presidente da Comissão Geral para as Eleições Municipais (de 23 de abril), Abdel-Rahman bin Mohammed al Dahmash, afirmou em entrevista coletiva em Riad.

Dahmash se limitou a justificar esta decisão ao dizer que a Arábia Saudita não estava preparada para a participação das mulheres. Segundo ele, esta proibição se estende também aos militares, aos membros do Conselho Consultivo, aos governadores e prefeitos e aos chefes das tribos e seus ajudantes.

No entanto, Dahmash prometeu que as mulheres participarão das próximas eleições e indicou que há uma comissão que está analisando esta questão.

O ultraconservador reino saudita mantém numerosas proibições sobre as mulheres. Além de não poder participar das eleições, elas também estão impedidas de dirigir, viajar sem o acompanhamento de um homem e se casar sem a presença do pai.