Mudanças internas alteram governo de S.Tomé e Príncipe

O presidente Manuel Pinto da Costa nomeou hoje (19) Carlos Pires Gomes, que era o primeiro-ministro, novo titular da área de Saúde e Assuntos Sociais

Brasília – Em São Tomé e Príncipe (na África), o governo faz uma série de reformas internas. O presidente Manuel Pinto da Costa nomeou hoje (19) Carlos Pires Gomes, que era o primeiro-ministro, novo titular da área de Saúde e Assuntos Sociais. Gomes substitui Ângela Pinheiro, que pediu demissão há um mês alegando “razões pessoais”.

Gomes foi primeiro-ministro, ministro da Comunicação Social, do Trabalho, Emprego, da Solidariedade e Família. Com a saída de Ângela Pinheiro, o atual governo de São Tomé e Príncipe fica sem representantes mulheres no primeiro escalão.

São Tomé e Príncipe e o Brasil têm em comum, além da língua, a origem histórica com a colonização portuguesa e, atualmente, uma série de parcerias nas áreas social, agrícola e internacional.

Independente desde 1975, o país é formado por várias ilhas, porém as duas que dão os nomes à nação são as maiores. São Tomé e Príncipe tem cerca de 190 mil habitantes, que moram principalmente nas duas maiores ilhas. A economia baseia-se na pesca.

*Com informações da agência pública de notícias de São Tomé e Príncipe, STP-Press