Mubarak é transferido para hospital do Cairo

Transferência para leito na capital coincide com a determinação da Procuradoria Geral do país de determinar a prisão do ex-presidente e de seus dois filhos

Cairo – O ex-presidente egípcio Hosni Mubarak foi transferido para um hospital militar do Cairo, informaram fontes dos serviços de segurança.

As fontes revelaram à edição digital do jornal “Al-Ahram”, o mais influente do país, que Mubarak havia sido transferido ao hospital a partir da localidade turística de Sharm el-Sheikh, onde vivia há dois meses.

O ex-presidente estava desde terça-feira em um hospital nessa cidade, na Península do Sinai, onde foi internado por causa de um ataque cardíaco sofrido quando seria interrogado pela Justiça.

Segundo testemunhas citadas pelo canal de televisão “Al Jazeera”, um helicóptero militar aterrissou perto do Hospital de Sharm el-Sheikh para levar Mubarak ao Cairo.

A transferência ocorre depois que a Procuradoria Geral egípcia determinou nesta quarta-feira sua detenção e a de seus dois filhos, Alaa e Gamal, como parte das investigações abertas contra eles, segundo fontes dos serviços de segurança.

De acordo com a edição digital do jornal independente “Masrawy”, Alaa e Gamal chegaram ao Cairo no início da manhã desta quarta-feira em um avião militar que decolou de Sharm el-Sheikh.

Mubarak morava nesta cidade, situada às margens do Mar Vermelho, desde que renunciou ao poder, no dia 11 de fevereiro.

Nesta terça-feira, o interrogatório de Mubarak foi realizado no hospital, depois que o ex-presidente sofreu uma crise cardíaca, enquanto seus dois filhos foram interrogados em um tribunal da localidade turística.