Morre monge budista britânico em ato de imolação na França

O homem, de 38 anos, imolou-se no jardim do mosteiro com gasolina

Toulouse – Um monge budista britânico de 38 anos morreu ao atear fogo em si mesmo na quinta-feira no mosteiro tibetano de Nalanda, no sudoeste da França, informaram fontes policiais nesta sexta-feira.

O homem, que morava há cinco anos em Nalanda, imolou-se no jardim do mosteiro com gasolina, com a qual pulverizou suas vestes, disseram as fontes.

Ainda não são conhecidos os motivos de sua ação. A polícia tenta descobrir se a vítima estava deprimida ou se quis entrar na onda de suicídios de budistas na China para denunciar o que eles consideram como um crescente domínio dos Han, a etnia majoritária na China, e da repressão de sua religião e cultura .

De acordo com o jornal regional La Dépêche du Midi, que divulgou a informação, o diretor do mosteiro, o venerável Losang Tendar, “não quis comentar o caso”.