Morre líder de milícia Ansar al-Sharia em combates na Líbia

Líder da milícia islamita Ansar al-Sharia, Muhammad al-Zahawi, morreu nos choques contra as tropas leais ao general Khalifa Haftar

Trípoli – O líder da milícia islamita Ansar al-Sharia, Muhammad al-Zahawi, morreu nos choques contra as tropas leais ao general Khalifa Haftar na cidade líbia de Benghazi, informou neste sábado à Agência Efe uma fonte de segurança.

A fonte indicou que o líder da milícia morreu em Benina, nos arredores de Benghazi, por conta “dos graves ferimentos” sofridos nos combates nesta cidade desde meados de mês, quando Haftar lançou uma ofensiva contra as milícias islamitas.

Ontem, 17 pessoas morreram, todas leais ao general, e mais de 20 ficaram feridas.

A fonte disse à Agência Efe que, após a morte de Muhammad al-Zahawi e perante o aumento da insegurança, as autoridades líbias fecharam o Aeroporto Internacional de Labraq, a 220 quilômetros ao leste de Benghazi, e o Aeroporto Internacional de Benina, em Benghazi.

Ainda conforme o informado, as tropas de Haftar se preparam para atacar o bairro de Al Laiti, onde se concentra um grande número de membros das milícias islamitas.

Desde 16 de maio, o general, que lutou junto ao bando rebelde durante o levantamento de 2011 para derrubar o ditador Muammar Kadafi, realiza uma ofensiva contra as milícias islamitas em Benghazi, a mil quilômetros ao leste de Trípoli.

Por outro lado, na cidade de Kikla, situada ao sul de Trípoli, 18 pessoas morreram e 85 ficaram feridas ontem em uma série de bombardeios aéreos entre milícias rivais.