Miriam Belchior afirma que Lula participará da campanha eleitoral de 2012

Segundo ministra, ex-presidente voltará ao trabalho em uma semana

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que iniciou na segunda-feira um tratamento de quimioterapia para combater um câncer de laringe, voltará ao trabalho em uma semana e participará da campanha das eleições municipais de 2012, afirmou nesta sexta-feira a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

“Se ele já está falando que na semana que vem estará no Instituto Cidadania, imaginem no ano que vem, quando tiver terminado o tratamento. Não tenho dúvidas que ele vai estar (na campanha)”, declarou a ministra após visitar Lula em sua casa, em São Bernardo do Campo, acompanhada do prefeito da cidade, Luiz Marinho.

O tema principal da conversa foi a discussão dos quadros políticos em São Paulo e São Bernardo do Campo em relação às eleições de 2012, disse Miriam Belchior.

“A unidade partidária em São Paulo é fundamental para essa disputa”, destacou Marinho, em referência à pré-candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, que acaba de receber o apoio da senadora Marta Suplicy, que foi a última prefeita do PT na cidade.


De acordo com Marinho, o ex-presidente criticou a posição dada ao Brasil no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), que localizou o país na 84ª posição de um total de 187.

Por outro lado, Lula divulgou hoje um comunicado no qual agradece o gesto dos jogadores Ramires e David Luiz, que comemoram um gol do Chelsea mostrando para as câmeras apenas quatro dedos, em homenagem ao ex-presidente, que perdeu um de seus dedos quando era operário metalúrgico.

No comunicado divulgado pelo Instituto Cidadania, fundado pelo ex-presidente, Lula felicitou os dois jogadores da seleção brasileira “por representarem tão bem o país” e lhes desejou “muita saúde e sorte”, com a esperança de “vê-los em 2014 levantando a Copa do Mundo na Maracanã”.