Ministros da União Europeia prolongam sua visita à Ucrânia

Os três ministros das Relações Exteriores da União Europeia (UE) deslocados a Kiev vão prolongar até amanhã sua estadia

Berlim – Os três ministros das Relações Exteriores da União Europeia (UE) deslocados a Kiev para mediar entre o Governo ucraniano e a oposição vão prolongar até amanhã sua estadia para tentar obter avanços na negociação de uma saída política para a crise no país.

As titulares das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier; França, Laurent Fabius; e Polônia, Radoslaw Sikorski, se reuniram hoje durante mais de quatro horas com o presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, para propor-lhe um roteiro que solucione o conflito que acontece desde novembro do ano passado o país, informou o Ministério das Relações Exteriores alemão.

Esta proposta europeia inclui uma reforma da constituição e o começo, nos próximos meses, de um Governo de transição, segundo a imprensa alemã citando fontes governamentais em Berlim.

Após o encontro com Yanukovich, os três ministros europeus se reuniram com os líderes da oposição para apresentar-lhes, além disso, os termos do plano da Europa para pôr fim à crise ucraniana.

Por enquanto, nem Yanukovich nem a oposição se posicionaram a respeito do roteiro europeu, segundo a imprensa alemã, o que levou à comitiva de mediação a adiar sua saída de Kiev.