Ministro sírio escapa de tentativa de assassinato

O ministro sírio para a Reconciliação Nacional, Ali Haidar, estava na província de Tartus quando sofreu o atentado

Brasília – O ministro sírio para a Reconciliação Nacional, Ali Haidar, escapou hoje (23) de uma tentativa de assassinato na província de Tartus, na Costa Mediterrânea da Síria. A informação foi veiculada nesta manhã pela agência oficial de notícias do país, Sana.

“O ministro da Reconciliação Nacional, Ali Haidar, escapou hoje de uma tentativa frustrada de assassinato na estrada entre Masyaf e Qadmous”, informou a agência.

Não há informações sobre o estado de saúde de Haidar. O local em que ocorreu o episódio é uma área de resistência de lideranças ligadas ao presidente sírio, Bashar Al Assad. O veículo em que o ministro estava foi alvejado por homens armados e o motorista foi declarado morto.

Ali Haidar é membro da oposição tolerada pelo regime, o Partido Sírio Nacionalista Socialista, e foi nomeado por Bashar Al-Assad ministro da Reconciliação Nacional em junho de 2012. Em maio de 2012, um dos filhos do ministro foi assassinado por homens não identificados.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 100 mil pessoas morreram na Síria desde o início do conflito em março de 2011.