Ministro nega ter responsabilizado Berlusconi por problema dos mercados

Giulio Tremonti teria dito que haveria um desastre nos mercados se o primeiro-ministro continuasse no cargo

Roma – O ministro da Economia italiano, Giulio Tremonti, negou nesta sexta-feira que tenha acusado o primeiro-ministro Silvio Berlusconi de ser um problema para os investidores que questionam a solvência financeira da Itália.

Através de um comunicado de imprensa, o Ministério da Economia respondeu as declarações publicadas em alguns meios de comunicação internacionais sobre uma suposta frase que Tremonti teria dito a Berlusconi durante a cúpula do Grupo dos 20 (G20, bloco das principais nações ricas e emergentes) que terminou hoje em Cannes, na França.

“Alguns sites internacionais divulgaram hoje uma frase que o ministro Giulio Tremonti supostamente teria dirigido ao presidente do Governo, Silvio Berlusconi”, afirmou o breve comunicado.

“Trata-se de uma citação publicada na imprensa italiana no dia anterior, totalmente ausente de fundamento e, portanto, falsa”, concluiu a nota.


O jornal econômico britânico “Financial Times” publicou hoje em um blog de seu site, que seguia minuto a minuto o desenvolvimento da cúpula do G20 de Cannes, a suposta frase do ministro da Economia italiano, cuja relação com Berlusconi não passa por seu melhor momento.

“Na segunda-feira haverá um desastre nos mercados se você, Silvio, continuar no cargo. Porque o problema para a Europa e para os mercados, me corrija se não for verdade, é você”, teria dito Tremonti ao primeiro-ministro, segundo o blog.

Durante a entrevista coletiva posterior ao G20, o ministro da Economia italiano se recusou a fazer comentários sobre uma eventual renúncia de Berlusconi diante das pressões internas de seu partido e da oposição.

Imediatamente, Tremonti ressaltou que a supervisão do Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciada hoje para as reformas econômicas demonstrará como a Itália cumpre os compromissos e os prazos estabelecidos.