Ministro da Informação do EI morre em bombardeio dos EUA

O porta-voz do Pentágono disse que esse indivíduo de alto perfil do EI havia, entre outras tarefas, supervisionado a produção de vídeos que mostravam execuções

O “ministro da Informação” do grupo Estado Islâmico (EI), Wa’il Adil Hassan Salman al-Fayad, foi abatido em um bombardeio aéreo da coalizão antiextremista, em 30 de agosto passado, perto de Raqa, na Síria – informou o Pentágono nesta sexta-feira.

O porta-voz do Pentágono, Peter Cook, disse que esse indivíduo de alto perfil do EI havia, entre outras tarefas, supervisionado a produção de vídeos que mostravam torturas e execuções.

Além disso, era um “colaborador próximo” do número dois do grupo, Abu Mohammed al-Adnani. Este último também teria sido abatido em 30 de agosto em outro lugar.