Ministro britânico de Comércio Internacional demonstra apoio a Theresa May

Ministros do Reino Unido renunciaram ontem (15) por desacordos com o plano para a saída da União Europeia

Londres – O ministro britânico de Comércio Internacional, Liam Fox, do setor partidário de um “brexit” duro, demonstrou nesta sexta-feira apoio à primeira-ministra, Theresa May, depois da renúncia de dois colegas por desacordos com o plano para a saída da União Europeia (UE).

Em um ato em Bristol (sudoeste), Fox disse que tem “total confiança” na chefe do Governo e elogiou sua “resistência”, ao mesmo tempo que concordou com seu colega Michael Gove de que “o que é necessário agora é estabilidade”.

Previamente, Gove, titular de Meio Ambiente e outro porta-bandeira de um “brexit” duro, confirmou que não pensa em renunciar ao Executivo e tentará por outro lado melhorar a minuta pactuada com Bruxelas.

Veja também

May antecipou hoje que “em um dia, mais ou menos” designará os novos ministros do “Brexit” e Trabalho e Previdência, em substituição a Dominic Raab e Esther McVey, respectivamente, que se demitiram por não concordar com os termos acordados entre o Reino Unido e Bruxelas.

Fox pode ser um candidato para substituir Raab – já que supostamente rejeitou Gove já teve o nome rejeitado -, porém a imprensa aponta que May pode decidir pela eliminação do Ministério do “Brexit”, sobre a base de que já foi negociado um acordo.

A líder conservadora pode enfrentar um possível golpe interno por parte de deputados de seu partido, que se conseguirem 15% de apoio dos parlamentares “tories” – 48 na Câmara atual – poderão solicitar uma moção de confiança.