Ministra da Jordânia pisa em bandeira de Israel e provoca indignação

Jumana Ghneimat foi fotografada na semana passada enquanto pisava em uma bandeira israelense desenhada no chão na entrada de um edifício

O Ministério israelense das Relações Exteriores expressou sua indignação neste domingo (30), depois que uma ministra jordaniana pisou em uma bandeira israelense em Amã, considerando que a mesma a havia insultado.

Jumana Ghneimat, ministra de Estado encarregada da Informação e porta-voz do governo jordaniano, foi fotografada na semana passada enquanto pisava em uma bandeira israelense desenhada no chão na entrada de um edifício de sindicatos, onde comparecia a uma reunião.

A bandeira está lá há vários anos para protestar contra a normalização das relações entre Jordânia e Israel, e a ocupação da Cisjordânia por este último há meio século, segundo funcionários sindicais.

O Ministério das Relações Exteriores de Israel “considera sério o incidente no qual uma ministra jordaniana insultou a bandeira israelense em Amã”, apontou em um comunicado neste domingo.

O embaixador da Jordânia em Israel foi convocado neste domingo para dar “explicações”, acrescentou o ministério.

Em comunicado, a chancelaria da Jordânia reagiu reafirmando “o respeito do governo jordaniano ao tratado de paz com Israel”.

Segundo o porta-voz deste ministério, Majed al-Qatarneh, funcionários de Israel foram informados por seus pares da Jordânia de que o prédio onde ocorreu o incidente “é uma propriedade privada, e que a ministra entrou pelo acesso principal, para participar de uma reunião”.

A Jordânia assinou a paz com Israel em 1994 e é a única nação árabe, junto com o Egito, que mantém relações diplomáticas com este país.