Ministério Público investiga situação de funcionários da Chevron

Procuradores querem saber sobre a segurança dos trabalhadores e também se há irregularidades nas contratações

Rio de Janeiro – O Ministério Público do Trabalho (MPT) no Rio de Janeiro decidiu investigar as condições trabalhistas e de segurança dos funcionários da petrolífera Chevron. Em nota divulgada hoje, o MPT informou que abriu duas investigações para apurar a segurança e a legalidade da contratação dos empregados na plataforma da empresa no Campo de Frade.

O procedimento vai investigar as condições de saúde e segurança dos trabalhadores, após denúncia da Agência Nacional do Petróleo (ANP) de existência de gás sulfídrico no local, sem as devidas precauções.

Sobre a possível contratação irregular de trabalhadores, que não teriam autorização para atuar no país, o MPT investigará a legalidade do processo.

A Chevron já se manifestou anteriormente sobre o assunto, assegurando que os trabalhadores contratados estavam em condições legais. Em nota divulgada ontem, referente ao acúmulo de gás sulfídrico, a empresa disse que monitora regularmente as condições de segurança nas plataformas.