Militares concedem mais poderes a novo primeiro-ministro do Egito

Kamal Ganzouri terá mais poderes; anúncio sobre o novo governo deve ocorrer nesta quarta-feira

Cairo – A junta militar que governa interinamente o Egito outorgou nesta quarta-feira mais poderes a Kamal Ganzouri, recém-nomeado primeiro-ministro e que assumirá algumas das tarefas da Presidência, informou a agência estatal de notícias ‘Mena’.

Diante das críticas por sua continuade no poder depois da renúncia do presidente Hosni Mubarak, ocorrida em fevereiro, o Conselho Supremo das Forças Armadas decidiu ampliar as funções do premiê, exceto as relacionadas com o exército e o Judiciário.

Por meio de um decreto, foram introduzidas emendas aos Anúncios Constitucionais emitidos após a saída de Mubarak e que modificaram o mandato do chefe de Estado e os requisitos para candidatura à Presidência.

Espera-se que o primeiro-ministro anuncie nesta quarta o novo governo egípcio depois de se reunir com alguns candidatos e pedir o apoio de todas as correntes políticas do país. No último dia 25 de novembro, a nomeação de Ganzouri foi rejeitada por grupos políticos e manifestantes da praça Tahrir.

Entre os nomes cotados para integrar o próximo Executivo estão alguns ex-ministros do anterior, como Mohammed Amro e Adel Abdelhamid, que foram titulares das pastas de Relações Exteriores e Justiça, respectivamente.