Milícias em Gaza lançam 3 foguetes apesar de cessar-fogo

Os disparos, porém, não causaram vítimas

Jerusalém – Três foguetes disparados por milícias na Faixa de Gaza caíram nesta quinta-feira em território israelense no meio do cessar-fogo “humanitário” de cinco horas de duração, ao qual se comprometeram Israel e Hamas a pedido da ONU.

Segundo a imprensa local, os alarmes foram acionados em várias localidades na divisa com a Faixa palestina ao meio-dia e pouco depois se informou de três impactos no Conselho Regional de Eshkol, que não causaram vítimas.

Pouco antes da entrada em vigor do cessar-fogo, às 10h (horário local, 4h em Brasília), milícias palestinas, entre elas o braço armado do Hamas, dispararam várias rajadas de tiros contra o sul e o centro de Israel.

O braço armado do grupo islamita assumiu a autoria de pelo menos uma dezena de projéteis disparados pouco antes do início da cessação de hostilidades.

O objetivo do cessar-fogo é permitir a evacuação dos feridos mais graves aos hospitais e que a população de Gaza se abasteça de bens essenciais.

Tanto Israel como os grupos armados em Gaza advertiram que responderão qualquer agressão procedente do outro bando.

Trata-se da primeira suspensão do cessar-fogo aceita por ambas as partes desde que se iniciou há dez dias a ofensiva militar israelense Limite Protetor que até o momento causou mais de 220 palestinos mortos e um israelense, assim como 1.500 feridos palestinos. EFE