Milhares protestam na Alemanha contra ofensiva israelense

Cerca de 1.500 pessoas, segundo a polícia, marcharam pelo centro da capital alemã

Berlim – Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado em Berlim e Hamburgo para protestar contra a ofensiva israelense na Faixa de Gaza e exigiram que governo e o parlamento alemães atuem para proteger a população palestina.

Cerca de 1.500 pessoas, segundo a polícia, marcharam pelo centro da capital alemã até se reunirem em um local onde foi lido um manifesto, assinado 350 personalidades do mundo da cultura, pedindo o fim do conflito.

Entre os signatários estavam o romancista Ingo Schulze, representante da geração de escritores identificados com a temática da queda do Muro em 1989 e a reunificação alemã, e a cantora Nina Hagen.

De forma paralela, uma manifestação de centenas de pessoas e com reivindicações parecidas ocorreu em Hamburgo. Ambas as passeatas ocorreram sem incidentes.

Desde o começo da operação israelense, em 8 de julho, os mortos palestinos em Gaza chegam a 1.903 e os feridos a quase 10 mil, enquanto por parte de Israel há 67 mortos, 64 deles soldados, e quinhentos feridos.