Milhares de pessoas protestam contra Parlamento português

Milhares de pessoas convocadas pelo principal sindicato de Portugal se reuniram contra o Parlamento do país para mostrar sua rejeição ao orçamento para 2014

Lisboa – Milhares de pessoas convocadas pelo principal sindicato de Portugal, Comissão Geral de Trabalhadores Portugueses (CGTP, com mais de 600 mil filiados), se reuniram contra o Parlamento do país para mostrar sua rejeição ao orçamento para 2014, que será submetido à votação nesta sexta-feira na Câmara.

Os manifestantes percorreram a rua São Bento e se reuniram junto à Assembleia Geral da República enquanto os deputados, no interior do prédio, debatiam o texto apresentado pelo Governo pelo segundo dia consecutivo.

Previsivelmente, o documento será aprovado sem problemas pela coalizão conservadora no Governo, que conta com maioria absoluta na Câmara.

Com cartazes nas quais se podia ler a palavra “delinquentes” e constantes palavras de ordem que qualificavam o projeto orçamentário de “roubo”, os manifestantes refletiram sua oposição ao novo corte do gasto público no orçamento.

Aposentados, membros da Federação Nacional de Professores, estivadores e outros representantes sindicais da CGTP fizeram parte do protesto, durante o qual censuraram as medidas de austeridade aplicadas pelo Governo a pedido da troika.