Milhares de pessoas passam a noite nas ruas após terremotos na Espanha

O tremor causou pelo menos oito mortes e autoridades ainda avaliam os danos materiais

Lorca – Milhares de pessoas passaram a noite nas ruas na cidade espanhola de Lorca, atingida nesta quarta-feira por dois terremotos que deixaram ao menos oito mortos, enquanto as autoridades locais se preparam para avaliar os danos.

“Praticamente todas” as cerca de 20 mil casas do entorno urbano sofreram algum tipo de dano, disseram à Agência Efe fontes da Prefeitura, que convocou para esta quinta-feira uma reunião com arquitetos e engenheiros.

Os dois terremotos, de 4,4 e 5,1 graus de magnitude na escala Richter, deixaram pelo menos oito mortos, entre eles um menor de 14 anos e duas grávidas, assim como importantes danos materiais, tanto em casas como em edifícios históricos.

Milhares de moradores, muitos deles imigrantes, sobretudo equatorianos, norte-africanos e subsaarianos, passaram a noite na esplanada onde fica o mercado popular da cidade.

Os sismos derrubaram parcial ou totalmente vários edifícios, enquanto muitos outros apresentam grandes danos à vista, como fendas nas fachadas e desabamento de telhados, janelas e portas.

A previsão é que centenas – ou até milhares – de pessoas tenham de voltar a dormir fora de suas casas nesta quinta-feira. Soldados da Unidade Militar de Emergências procedentes de Madri e Valência instalarão hoje três novos acampamentos em vários pontos da cidade.

Em um primeiro momento, os abrigos disponibilizados ontem acolheram cerca de oito mil pessoas, número que foi se reduzindo ao longo da noite.