Milhares de palestinos estão deixando suas casas em Gaza

Durante semanas a aviação israelense submeteu esses bairros a intensos bombardeios, alegando que eram os lugares de onde foi lançada a maior parte dos foguetes

Gaza – Milhares de cidadãos palestinos estão deixando nesta sexta-feira suas casas nas regiões norte e leste da Faixa de Gaza por temerem uma resposta de Israel para o lançamento de cerca de dez foguetes na manhã de hoje pela Jihad Islâmica, informaram à Agência Efe testemunhas no território palestino.

As fontes disseram que homens, mulheres e crianças estão abandonando suas residências nos bairros do leste da Cidade de Gaza, onde aconteceram os enfrentamentos mais violentos durante o mês de julho.

Durante várias semanas a aviação israelense submeteu esses bairros a intensos bombardeios, alegando que eram os lugares de onde foi lançada a maior parte dos foguetes.

Seus moradores tinham retornado ao que restou de suas casas durante a trégua de 72 horas estipulada pelas partes, graças à mediação do Egito, e que terminou hoje às 8h locais (2h de Brasília).

Minutos após o fim do cessar-fogo, a Jihad Islâmica disse que lançou foguetes contra o território israelense, o que pode provocar uma retomada do conflito armado.

Nos 29 dias da ofensiva israelense sobre a Faixa de Gaza morreram mais de 1.850 palestinos e 67 israelenses. Já os feridos chegam a quase 10 mil em Gaza e 500 em Israel.

Em resposta ao ataque desta manhã, o Hamas se limitou a dizer que não existia nenhum cessar-fogo, mas garantiu, por sua vez, que “as negociações no Cairo continuam”, e negou a participação de seus homens no lançamento desses projéteis.

Israel ainda não respondeu ao lançamento de foguetes e, segundo os comentaristas, está aguardando para saber se foi um incidente isolado ou se trata do reatamento das hostilidades.