Microapartamentos voltam a ser construídos em Pequim

Pequim – O engenheiro aposentado Huang Rixin voltou a construir nos arredores de Pequim os famosos “microapartamentos”, espaços de dois metros quadrados, que floresceram na cidade durante este ano e que foram proibidos depois pelo Governo, informa hoje o jornal “Xin Beijing”.

Huang, de 78 anos, se inteirou da existência dos também chamados “hotéis-cápsula” no Japão e decidiu importar a ideia para a China, onde apesar da elevada população, as casas costumam ser maiores que no densamente povoado arquipélago japonês.

Este tipo de moradia se popularizou rapidamente na capital chinesa devido à especulação imobiliária e ao aumento do preço dos aluguéis.

Mas no mês de maio, Pequim promulgou uma normativa para acabar com os “microapartamentos” e marcou uma superfície mínima de 7,5 metros quadrados por habitante.

Leia as últimas notícias sobre China

Siga as notícias de Economia do site EXAME no Twitter