Michelle Bachelet lidera pesquisa eleitoral no Chile

Ex-presidente socialista busca retornar ao cargo na eleição de novembro

Santiago – A ex-presidente socialista Michelle Bachelet, que busca retornar ao cargo na eleição de novembro, lidera uma nova pesquisa eleitoral divulgada na quinta-feira, que foi contestada pelo campo governista.

O levantamento feito entre julho e agosto pelo Centro de Estudos Públicos (CEP) mostrou que a socialista tem 44 por cento das intenções de voto, contra 12 por cento da governista Evelyn Matthei.

Mais de 70 por cento dos entrevistados acreditam que Bachelet vencerá a eleição em turno único, segundo o instituto.

Mas o campo governista criticou o resultado, alegando que, no período das entrevistas, o presidente Sebastián Piñera estava apoiando Pablo Longueira, que desistiu da candidatura por razão de saúde. Piñera passou então a apoiar Matthei.

Carolina Segovia, do CEP, disse que a queixa não procede, porque os resultados divulgados não incluem a consulta estimulada, e elimina as 165 entrevistas feitas antes da desistência de Longueira.

Ela disse que foram feitas 1.306 entrevistas desde 20 de julho, quando Matthei foi proclamada candidata de um dos partidos governistas.