México tomará medidas para proteger seus cidadãos nos EUA, diz chanceler

Três mexicanos morreram e nove ficaram feridos no tiroteio que ocorreu neste sábado em El Paso, no Texas

Cidade do México – O México tomará medidas legais “imediatas, rápidas e contundentes” para exigir a proteção de seus cidadãos nos Estados Unidos, após um tiroteio no Texas, onde três mexicanos morreram e nove ficaram feridos, disse neste domingo o chanceler do país latino-americano, Marcelo Ebrard.

“O presidente da República instruiu-me para que essa indignação do México se traduza em… ações legais eficazes, rápidas e contundentes para o México… exija que sejam dadas condições para proteger… as mexicanas e mexicanos nos Estados Unidos”, disse Ebrard.

“O que aconteceu é inadmissível”, acrescentou o chanceler em um vídeo compartilhado em suas redes sociais.

No sábado, um homem armado com um rifle matou 20 pessoas e feriu outras 26 no Walmart em El Paso, Texas.