México é atingido por mais 18 réplicas de terremoto

As autoridades mexicanas informaram que apenas 11 pessoas ficaram feridas em decorrência do terremoto de ontem e não há registros de mortos nem danos mais graves

Brasília – Após o terremoto de 7,8 graus na escala Richter atingir parte do México na tarde de ontem (20), o país sofreu mais 18 réplicas de tremores de terra cujas magnitudes variaram de 3,9 a 5,3 graus, segundo o Instituto de Geofísica da Universidade Nacional Autônoma do México (Unam). Em decorrência dos tremores de terra, o governo acionou um plano de emergência e a população atendeu às orientações das autoridades, segundo informações oficiais.

As autoridades mexicanas informaram que apenas 11 pessoas ficaram feridas em decorrência do terremoto de ontem e não há registros de mortos nem danos mais graves. O secretário do Interior do México, Alejandro Poire Romero, disse que nove feridos são da região de Oaxaca e dois na Cidade do México, a capital do país.

A diretora-geral do Departamento de Proteção Civil do Interior, ligado ao Ministério do Interior do México, Laura Gurza, disse que após o registro do terremoto foi acionado um plano de emergência e foram tomadas todas as providências para evitar o agravamento dos impactos.

O ministro e a diretora informaram ainda que o presidente do México, Felipe Calderón, acompanhou todos os procedimentos relacionados ao plano de emergência. De acordo com os dados do governo, haverá um esforço conjunto entre autoridades federais, estaduais e municipais para a reconstrução das áreas atingidas.

Poire disse que a prioridade é avaliar os danos a hospitais e escolas, além de deslizamentos de terra nas regiões de Cuernavaca-Acapulco e Acapulco-Pinotepa Nacional, que são servidos. Segundo ele, o Centro de Alerta de Tsunami emitiu dois boletins de alerta indicando que não há riscos imediatos de o fenômeno ocorrer.