México critica governo americano por novo alerta de viagens

Os EUA lançaram um alerta para que seus cidadãos evitem várias regiões do México pela violência

México – Altos funcionários dos estados mexicanos de Chiapas (sul) e estado do México (centro) criticaram na quarta-feira o governo dos Estados Unidos por um novo alerta de viagens que sugere aos cidadãos americanos que evitem várias regiões do México pela violência.

“Mais que um alerta, o que precisamos é de mais coordenação e responsabilidade conjunta com o país vizinho do norte. Há temas que estão na agenda, como a venda de armas de fogo nos Estados Unidos, armas para delinquir em território mexicano, e o tema da legalização das drogas”, afirmou o governador do estado do México, Eruviel Ávila.

“Hoje, com estranheza vemos um alerta do governo dos Estados Unidos e não compartilhamos”, completou.

O governo de Chiapas também afirmou não entender o motivo do alerta, lembrando que grande parte do turismo no estado procede dos Estados Unidos.

Na terça-feira, o Departamento de Estado americano emitiu um novo alerta de viagens, no qual recomenda a seus cidadãos que adiem as viagens a 19 estados do México, em consequência do perigo representado pela presença de grupos criminosos.

Os estados citados são Baixa Califórnia, Sonora, Sinaloa, (noroeste), Chihuahua, Coahuila, Durango, San Luis Potosí (norte), Nuevo León, Tamaulipas (nordeste), Zacatecas, Aguascalientes, Estado de México, Morelos (centro), Guerrero, Jalisco, Michoacán, Colima (oeste), Chiapas e Veracruz (leste).