Mesmo enfraquecido, EI ainda controla 22% do território da Síria

Essa porcentagem equivale a 42 mil quilômetros quadrados de superfície, frente aos mais de 90 mil quilômetros quadrados que o grupo dominava em 2015

Beirute – O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) ainda controla 22,65% do território da Síria, apesar de ter sofrido um grande retrocesso desde meados de 2015, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG detalhou que essa porcentagem equivale a 42 mil quilômetros quadrados de superfície, frente aos mais de 90 mil quilômetros quadrados que o EI dominava em 2015, mais de 50% do solo sírio.

O Exército de Khaled bin Walid, vinculado ao EI, controla atualmente 250 quilômetros quadrados no sul da Síria, perto das colinas de Golã ocupadas por Israel, o que representa 0,13% do país árabe.

O esquadrão que ocupa mais território na Síria atualmente é o das forças governamentais, que ampliaram as regiões sob seu domínio nos dois últimos anos com o apoio de milicianos sírios, libaneses, iraquianos e iranianos, das forças russas.

O Observatório destacou que as tropas leais ao governo de Damasco ocupam 38,14% da superfície da Síria (71 mil quilômetros quadrados) frente aos 22% que dominavam no final de 2015. Desde o início do conflito, em março de 2011, as autoridades perderam 117 mil efetivos, que morreram em combate.

A ONG acrescentou que as facções islâmicas sofreram um grande retrocesso e dominam 16,57% do território, aproximadamente 30,7 mil quilômetros quadrados.

As Forças da Síria Democrática (FSD), um grupo liderado por milícias curdas e apoiadas pelos Estados Unidos, têm em seu poder 22,51% da superfície, 41,7 mil quilômetros quadrados, sobretudo em zonas na fronteira com a Turquia.