Merkel promete ajuda imediata a atingidos pelas inundações

O governo alemão já destinou uma verba inicial de 50 milhões de euro

Berlim – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometeu nesta terça-feira ajuda imediata aos afetados pelas inundações no sul da Alemanha e o governo já destinou uma verba inicial de 50 milhões de euro.

“Queremos ajudar. Quando a água descer, os danos seguirão e será necessários repará-los”, disse Merkel durante uma visita a Passau, no sul da Alemanha, uma das cidades mais atingidas até o momento.

“O estado da Baviera destinou 50 milhões de euro em ajuda, nós destinaremos a mesma quantidade. E naturalmente também não deixaremos sozinhos os demais estados afetados”, acrescentou.

Merkel elogiou o trabalho das organizações e cidadãos para combater as inundações. “As distintas organizações e os cidadãos estão se coordenando muito bem entre eles”.

Após sua visita a Passau, a chanceler irá para outras localidades afetadas na Saxônia e na Turíngia.

Para Merkel, as inundações têm uma dimensão similar as de 2002, quando o governo teve que destinar bilhões de euros para reparar os prejuízos.

Na época, a imagem do então chanceler Gerhard Schroder, em pleno ano eleitoral, visitando as regiões afetadas foi uma das mais frequentes nos meios de comunicação alemães.

As ruas de Passau, durante a visita de Merkel, seguiam alagadas, embora o nível da água tenha começado a descer.

Em Regensburg, 100 quilômetros ao norte, foi declarado estado de alerta durante a noite e se espera que o Danúbio alcance seu nível mais alto dos últimos 130 anos.