Merkel enfrenta críticas do próprio partido por orçamento da zona do euro

O Conselho Econômico dos democratas cristãos disse que o orçamento foi um passo errado e autoridades da coalizão também criticaram medida

Berlim – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, enfrenta críticas de seu próprio partido por ter cedido a exigências do presidente da França, Emmanuel Macron, por um orçamento comum da zona do euro. O Conselho Econômico dos democratas cristãos disse que o orçamento foi um passo errado.

“Os últimos anos mostraram que muito dinheiro não ajudava os países em crise se eles não repensassem em nível nacional e destruíssem as estruturas ultrapassadas com as reformas”, disse o secretário-geral do conselho, Wolfgang Steiger. Várias autoridades da coalizão de Merkel, que já estão discutindo com a chanceler a política migratória do país, também criticaram o orçamento da zona do euro. Fonte: Dow Jones Newswires.