Mercado global de smart grid deve dobrar até 2020

Relatório argumenta que o mercado de medidores inteligentes e de tecnologias de infraestrutura já está bem estabelecido, movimentando mais de US$ 33 bilhões em 2012

São Paulo – O mercado global de tecnologias de smart grid deve registrar um crescimento robusto ao longo dos próximos sete anos, de acordo com um relatório da consultoria de análise Navigant Research.

A previsão é de que até o final de 2020, o setor atinga US$ 73 bilhões de dólares em receitas anuais, totalizando 461 bilião dólares em receita acumulada no período entre 2013 e 2020.

De acordo com o estudo, o mercado de smart grid global, que inclui medidores inteligentes e aparelhos, bem como os de tecnologias de infraestrutura de energia inteligentes, já está bem estabelecido, com receitas de US$ 33 bilhões no ano passado.

O relatório prevê que investimentos em atualizações de transmissão devem dominar a expansão e atrair cerca de US$ 250 bilhões dos gastos com infraestrutura, respondendo por mais da metade do total que deverá ser movimentado pelo mercado de smart grid até 2020.

Ao contrário da medição manual de energia, o sistema de medição inteligente evita erros de medição e permite detectar mais rapidamente eventuais pontos de interrupção no fornecimento de energia.

Com o monitoramento em tempo real, as operadoras de energia podem responder mais rápido a um problema na transmissão de energia, por exemplo. Outro benefício do sistema é o controle de fraudes e redução no custo de manutenção da rede.