Mensagens sobre Bin Laden são deixadas em frente ao Pentágono

As homenagens têm sido prestadas principalmente diante da ala oeste do Pentágono, que foi a área atingida pelo vôo 77 em 11 de setembro de 2001, às 09h37

Washington – Familiares e amigos de vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001 têm depositado flores e mensagens de alívio pela morte de Bin Laden em frente ao Pentágono, que foi um dos alvos dos aviões sequestrados no fatídico atentado. “Bill, pegaram o bastardo”, lia-se em uma delas.

As homenagens têm sido prestadas principalmente diante da ala oeste do Pentágono, que foi a área atingida pelo vôo 77 em 11 de setembro de 2001, às 09h37. Lá foram erguidos alguns monumentos em homenagem às 184 vítimas. Cada uma delas tem um banco com seu nome, fixado sobre pequenas fontes de luz, que os iluminam a noite.

Annie Norgaard foi uma das pessoas a prestar homenagem. Duas das vítimas eram amigos seus. “Quando eu soube que Bin Laden estava morto, imediatamente pensei neles”, disse. “A morte de Bin Laden me reavivou muito da tristeza que passamos”, disse em meio à lágrimas a californiana de 27 anos, que vive em Washigton.

Em uma das cartas depositadas podia-se ler o seguinte trecho: “Bill, faz alguns dias que pegaram o bastardo. Nos vemos um dia desses no paraíso. Até logo”. Ao lado da carta, alguém colocou uma fotomontagem da estátua da liberdade, com um fotografia de Bin Laden no lugar da tocha. Ao lado da foto lia-se a seguinte frase: “Nós o pegamos!”.

Em frente ao Pentágono, um homem que preferiu não se identificar declarou: “Estou muito contente que ele (Bin Laden) não está mais nesse mundo”. “Ele só não nos roubou a liberdade porque lutamos por ela”.