Menina palestina morre em ataque israelense durante trégua

Ataque aconteceu minutos depois de anúncio de Israel, que disse que tinha suspendido suas atividades ofensivas na faixa durante sete horas

Gaza – Uma menina palestina de oito anos morreu e outras 30 pessoas ficaram feridas em um ataque israelense no campo de refugiados de Shati, na Cidade de Gaza, pouco após entrar em vigor uma trégua humanitária que Israel tinha anunciado, segundo informou um porta-voz palestino.

Segundo Ashraf al Qidra, porta-voz do Ministério da Saúde na faixa, o ataque aconteceu minutos depois das 10h da manhã (horário local, 4h de Brasília), hora na qual Israel disse que tinha suspendido suas atividades ofensivas na faixa durante sete horas.

O ataque atingiu a casa da família Bakri, onde morreu uma das filhas e outras 30 pessoas ficaram feridas, pelo que foram levadas ao hospital Shifa.

Uma hora depois, Israel também atacou uma casa no campo de Nusseirat, no coração de Gaza, onde houve um número indeterminado de feridos, segundo o citado porta-voz.

O cessar-fogo foi declarado de forma unilateral por Israel para permitir à população da faixa receber provisões e retornar a seus lares, dias depois das condenações internacionais pelos ataques às escolas da UNRWA em Gaza.