Membro do governo britânico renuncia após xingar policiais

O político de 56 anos agrediu verbalmente os policiais quando estes se negaram a abrir para ele o portão principal de Downing Street

Londres – Andrew Mitchell, membro do governo do Reino Unido, renunciou ao cargo nesta sexta-feira, depois de ter se irritado com dois policiais de Downing Street, anunciou o gabinete do primeiro-ministro, David Cameron.

Mitchell, que ocupava o cargo de “chief whip” – uma figura britânica encarregada de zelar pelo respeito à disciplina dos deputados conservadores ao partido-, apresentou a sua renúncia por ter proferido “palavrões”, segundo a carta que entregou ao primeiro-ministro.

O político de 56 anos agrediu verbalmente os policiais quando estes se negaram a abrir para ele o portão principal de Downing Street, a rua fechada que abriga o gabinete do primeiro-ministro, para que saísse de bicicleta.

“Evidentemente, foi um erro da minha parte utilizar palavrões e sinto muito por isso”, escreveu em sua carta divulgada por Downing Street na qual explica a sua demissão pela “publicidade prejudicial” deste incidente para o restante do governo.

Mitchell, ex-ministro do Desenvolvimento Internacional, reafirmou, entretanto, que nunca chamou de “‘ralé’ ou de ‘idiotas’ os policiais, mas admitiu ter dito: “Acreditava que vocês estivessem aqui para nos ajudar, porra”.

Mesmo que tenha pedido desculpas logo depois do incidente ocorrido no final de setembro, muitos haviam solicitado a sua demissão, principalmente na polícia.

Cameron aceitou a renúncia em outra carta na qual disse entender “os motivos pelos quais chegou a esta conclusão”.