Membro de força de paz da ONU morre em ataque no Congo

As Forças Armadas congolesas lançaram um ataque contra uma posição do M23 no alto de Kibati de onde bombardeava regiões habitadas por civis

Nações Unidas – Um membro da força de paz da ONU morreu e outros três ficaram feridos durante os combates entre o exército do Congo, apoiado pela missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo (MONUSCO), e os rebeldes do grupo M23, disse nesta quarta-feira um porta-voz da organização.

As Forças Armadas congolesas lançaram um ataque contra uma posição do M23 no alto de Kibati (próximo a Goma, no leste do país) de onde bombardeava regiões habitadas por civis.

“O objetivo da operação é eliminar a ameaça contra da cidade de Goma”, afirmou o porta-voz, Farhan Haq. “Acabamos de saber que um membro da força de paz da ONU morreu. Outros três foram feridos”, explicou.

Na ofensiva, lançada na manhã de hoje, o Exército congolês usou helicópteros de combate veículos blindados, enquanto a brigada de intervenção de Monusco também empregou helicópteros e artilharia, explicou Haq.

A ONU mantém missões na República Democrática do Congo desde 1999, primeiro MONUC e depois MONUSCO, criada em 2010 e integrada atualmente por 20.500 pessoas, 18.600 delas militares e policiais.