Meio oeste dos EUA se prepara para temperaturas próximas a -40ºC

Illinois deve ser o estado mais atingido; a previsão é de que as temperaturas cheguem a -32ºC, com uma sensação térmica de até -48ºC

Chicago – O meio oeste dos Estados Unidos se prepara nesta terça-feira para alguns dias de frio extremo, que pode levar a temperatura a cair para perto dos 40 graus centígrados negativos nesta quarta, o que levou as autoridades a declararem estado de emergência e ao cancelamento de centenas de voos.

O governador de Illinois, J.B. Pritzker, declarou nesta terça-feira área de desastre no estado em antecipação à séria “ameaça à saúde” que as temperaturas polares extremas previstas para as próximas horas podem provocar.

“Aproximam-se temperaturas potencialmente históricas”, disse Pritzker em comunicado, no qual pediu aos habitantes para se protegerem.

Segundo as previsões, da noite de hoje até a manhã de quinta-feira, as temperaturas poderiam cair a 32 graus centígrados abaixo de zero, com uma sensação térmica de até 48 graus negativos no norte de Illinois.

Em Fargo, na Dakota do Norte, as previsões apontam a uma temperatura que será de cerca de 36 graus centígrados negativos nesta quarta-feira, enquanto no estado vizinho de Minesota foram emitidos alertas por fortes nevascas.

A região de Chicago está acostumada a invernos rigorosos e registra um frio recorde de 32 graus centígrados negativos em 1985, mas neste ano o chamado Vortex Polar chega com uma força maior depois de 13 dias consecutivos de nevadas.

O meteorólogo Chris Miller, do Serviço Nacional Meteorológico, disse que essas temperaturas, que podem congelar uma pessoa em dez minutos, também são uma ameaça para os moradores do noroeste de Indiana e do sul de Wisconsin.

Pritzker disse que a sua proclamação de desastre garante que o estado de Illinois tenha a flexibilidade necessária para responder de maneira efetiva e eficiente às necessidades dos governos locais durante este evento climático classificado por ele como “extremo”.

Em Chicago, as autoridades cancelaram as aulas nas escolas públicas amanhã. Os aeroportos internacionais O’Hare e Midway cancelaram mais de 1,4 mil voos até o momento, e a lista vai aumentando à medida que as condições meteorológicas pioram.

Esta quarta-feira pode ser, além disso, um dia de pouca atividade comercial e empresarial, já que muitas empresas decidiram dar folga aos seus empregados com a recomendação de que não saiam às ruas.

O alerta por baixas temperaturas também chega ao sul do país, e a Câmara municipal de Nova Orleans, cidade litorânea do Golfo do México, pôs em prática hoje um plano para fornecer abrigo temporário aos desemparados em sete pontos da cidade.

Também foi alertado aos moradores tomar precauções para se protegerem do frio nas próximas 24 horas, onde espera-se que uma frente fria provoque uma sensação térmica abaixo de zero.