Medvedev destaca possibilidade de corrida armamentista

Presidente russo quer um sistema comum de defesa antimísseis, em parceria com a Otan

Moscou – O presidente russo, Dmitri Medvedev, advertiu nesta terça-feira que uma nova corrida armamentista acontecerá se a Rússia e a Otan não chegarem a um acordo sobre um sistema comum de defesa antimísseis, em seu discurso do Estado da Nação.

“Nos próximos 10 anos temos uma alternativa: ou chegamos a um acordo sobre a defesa antimísseis e criamos um verdadeiro mecanismo de colaboração ou, se não conseguirmos encontrar um acordo construtivo, teremos uma nova espiral da corrida armamentista”, declarou.

“Em caso de fracasso, teremos que tomar uma decisão sobre o deslocamento de novas forças”, completou.