Máxima autoridade xiita pede unidade e renovação no Iraque

Líder disse que é preciso criar um ambiente positivo para a formação de um novo governo iraquiano

Bagdá – A máxima autoridade religiosa xiita, Ali al Sistani, pediu nesta quarta-feira que todos os políticos do Iraque trabalhem juntos para resolver os problemas políticos e de segurança que o país está sofrendo.

O líder disse que é preciso criar um ambiente positivo para a formação de um novo governo. No sermão das sextas-feiras na cidade de Karbala, a 110 quilômetros de Bagdá, Ahmed al Safi, representante de Al Sistani, defendeu o “cumprimento dos requisitos constitucionais nos tempos estabelecidos”, assim como um acordo nacional, aceito regional e internacionalmente.

Al Sistani apostou pela abertura de “novos horizontes” para resolver os problemas do país, em particular os políticos e de segurança.

“A deterioração da vida política entre os iraquianos dentro do Iraque e com outros países torna urgente a necessidade de mudar posições e postos no Estado”, advertiu.

O líder exigiu uma postura diferente para salvar o país dos perigos do “terrorismo, da guerra civil e da divisão nacional”.

Além disso, exigiu do parlamento e do governo que acelerem a implantação de seus planos para abordar a questão dos deslocados.

Por outro lado, um dirigente sunita da coalizão Unidos, Mohammed al Jalidi, disse em comunicado que seu bloco apoia a nomeação de Haidar al Abadi como novo primeiro-ministro do país e expressou sua esperança de mudança.