Marco Zero terá arranha-céus, estação de trem e memorial

Local onde antes ficavam as torres gêmeas do World Trade Center mudará totalmente até 2014

Nova York – Quatro arranha-céus, uma estação ferroviária e um monumento dedicado às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 farão parte da paisagem nova-iorquina em 2014, no local onde antes se erguiam as torres-gêmeas do World Trade Center, anunciaram esta terça-feira autoridades e empresários.

“Nova York merecia ver finalmente cicatrizada esta ferida no coração da cidade”, disse o prefeito Michael Bloomberg, durante coletiva celebrada na torre 7 do World Trade Center, primeiro arranha-céus, erguido em 2006, no local onde antes era ocupado pelas torres, destruídas nos atentados de setembro de 2001, que deixaram cerca de 3.000 mortos.

Depois de anos de atrasos e processos, a reconstrução está em ritmo acelerado, afirmou Bloomberg.

No Marco Zero, extremo sul de Manhattan, está em construção um dos quatro arranha-céus, que terá 104 andares e 541 metros de altura, o maior das Américas.

“Há vida no Marco Zero”, reforçou David Paterson, governador do estado de Nova York, ao elogiar os avanços de um ano de obras.

Leia mais notícias sobre os Estados Unidos

Siga as notícias do site EXAME sobre Mundo no Twitter