Manipulação de resultados na Europa será julgada novamente

O tribunal de Karlsruhe (sudeste), na Alemanha, considerou inválida a sentença proferida em 19 de maio de 2011 por um tribunal de Bochum (oeste)

Berlim – Uma grande rede de apostas ilegais e manipulação de jogos de futebol na Europa, julgada na Alemanha, com sentenças já decretadas, terá que ser julgada novamente, informou nesta quinta-feira o Tribunal Alemão de Justiça.

O tribunal de Karlsruhe (sudeste) considerou inválida a sentença proferida em 19 de maio de 2011 por um tribunal de Bochum (oeste).

De acordo com esta sentença, o chefe da rede, Ante Sapina, foi condenado a cinco anos e meio de prisão por ter influenciado nos resultados de 51 partidas, inclusive da Liga dos Campeões da Europa e de jogos válidos pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, entregando dinheiro a jogadores e juízes.

Segundo a justiça alemã, Sapina ganhou 2,4 milhões de euros apostando, principalmente na Ásia, em partidas nas quais já sabia o resultado de antemão.

Seu principal cúmplice, identificado como Marijo C., também foi condenado a cinco anos e meio de prisão. Ambos estão atualmente em liberdade.

Este caso é considerado o mais grave na história do futebol europeu e afetou os jogos entre o Liechtenstein e a Finlândia, pelas eliminatórias do Mundial de 2010, e da Liga dos Campeões entre Debrecen e Fiorentina em outubro de 2009, além de quatro partidas da Liga Europa e de jogos dos Campeonatos Suíço, Belga e Turco.