Manifestações na Líbia já deixaram 300 mortos

Cerca de metade das mortes ocorreram na segunda maior cidade do país, Benghazi, situada 1.000 km a leste de Trípoli

Trípoli- Os atos de violência na Líbia deixaram 300 mortos, incluindo 58 militares, segundo os primeiros dados oficiais apresentados pelo regime de Muamar Kadhafi desde o início dos protestos, há uma semana.

Cerca de metade das mortes ocorreram na segunda maior cidade do país, Benghazi, situada 1.000 km a leste de Trípoli e foco da insurreição.

Estes são os primeiros dados oficiais relativos às vítimas da rebelião popular iniciada há uma semana.

Horas antes deste anúncio, o coronel Kadhafi jurou em um discurso transmitido pela televisão restabelecer a ordem brandindo a ameaça de uma repressão sangrenta, garantindo que o regime ainda não “utilizou a força”.