Manifestações antifascistas acontecem na Grécia

Milhares de gregos protestaram contra o fascismo no país, onde continuam as operações contra partido neonazista

Atenas – Milhares de gregos protestaram nesta quarta-feira contra o fascismo na capital e em outras cidades do país, onde continuam as operações contra o partido neonazista Aurora Dourada.

A principal manifestação está programada para a noite em Atenas, onde partidos de esquerda, sindicatos e associações antifascistas convocaram uma grande passeata após o assassinato na semana passada de um militante antifascista por um neonazista.

“Convocamos a mobilização de todos os grupos sociais e institucionais”, afirma um comunicado do partido socialista Pasok, que divide o poder com a direita.

O principal partido da oposição, Syriza (esquerda radical) convocou uma “passeata pacífica para defender a democracia”.

Na semana passada, vários protestos e manifestações em todo o país após o assassinato do jovem músico antifascista — que provocou uma grande comoção na Grécia – terminaram em confrontos com a polícia.

O sindicato comunista Pame abriu a jornada de manifestações no centro da capital com 3.000 pessoas.

Na praça Syntagma, diante do Parlamento, 3.000 jovens estavam reunidos.

A polícia grega, acusada de passividade ante o Aurora Dourada, partido suspeito de estar por trás de ataques contra imigrantes, intensificou nos últimos dias as operações contra os neonazistas.