Manifestação contra ataque à Síria deixa ao menos 5 feridos na Grécia

Os confrontos aconteceram quando um grupo de cerca de 40 manifestantes tentou derrubar a estátua do presidente dos EUA Harry Truman

Atenas – Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira no centro de Atenas em enfrentamentos entre a polícia da Grécia e manifestantes durante um protesto contra a operação militar aérea de Estados Unidos, Reino Unido e França na Síria.

Os confrontos aconteceram quando um grupo de cerca de 40 manifestantes tentou derrubar a estátua do presidente dos EUA Harry Truman no centro da capital grega, utilizando uma serra elétrica e cordas.

A polícia reprimiu os manifestantes com gás lacrimogêneo e golpes de cassetete, até mesmo as pessoas que já estavam no chão, como mostraram as imagens exibidas por veículos de imprensa locais.

Um porta-voz policial informou à Agência Efe que entre os feridos também há dois agentes das forças de segurança, enquanto dois manifestantes foram detidos e levados à sede central da polícia.

A manifestação, na qual participaram cerca de 800 pessoas, tinha começado na Universidade de Atenas e seguiu rumo à embaixada dos Estados Unidos, passando pelas de França e Reino Unido.

O grupo em questão tinha se separado da manifestação principal para se dirigir ao local da estátua do presidente americano.

O restante prosseguiu com a marcha e, assim que passou pela embaixada dos Estados Unidos, seguiu em direção à sede da polícia para reivindicar a libertação dos detidos.