Mandela completa dez dias de internação

O porta-voz da Presidência da República da África do Sul, Mac Maharaj, foi designado a prestar informações atualizadas sobre o estado de saúde de Mandela

Brasília – Internado há dez dias, o ex-presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz Nelson Mandela, de 94 anos, ainda está sob tratamento após ser submetido a uma cirurgia para a retirada de pedras na vesícula e uma infecção pulmonar. Ele está no Hospital Militar de Pretória, capital administrativa sul-africana, desde o último dia 8.

O porta-voz da Presidência da República da África do Sul, Mac Maharaj, foi designado a prestar informações atualizadas sobre o estado de saúde de Mandela. Nos primeiros dias de internação, o governo se empenhou para evitar a comoção no país.

Responsável pelo fim do regime de segregação racial na África do Sul, o apartheid, Mandela conquistou o respeito de adversários e críticos devido aos esforços em busca da paz. Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, de 1994 a 1999. Ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em 1993. Madiba, apelido da sua tribo, ganhou o título de o Pai da Pátria.

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela em defesa da luta pela liberdade, justiça e democracia. Em 2001, Mandela foi diagnosticado com câncer de próstata. Apesar de enfrentar tratamento da doença, ele fez campanha em favor do combate à Aids, um dos principais problemas de saúde pública na África do Sul. Ao completar 85 anos, ele anunciou sua aposentadoria.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa