Malásia recebe as primeiras vítimas do MH17

País homenageia nesta sexta as vítimas do avião da Malaysia Airlines derrubado no leste da Ucrânia

Bangcoc – A Malásia homenageia nesta sexta-feira (data local) as vítimas do avião da Malaysia Airlines derrubado no leste da Ucrânia, em um dia de luto nacional que coincide com a chegada ao país dos restos de 20 dos 43 malaios falecidos na queda.

Os caixões das primeiras vítimas malaias identificadas na Holanda chegarão ao aeroporto de Kuala Lumpur, onde será respeitado um minuto de silêncio em todo o país antes de uma cerimônia presidida pelo primeiro-ministro, Najib Razak.

Após a cerimônia, que será retransmitida pela televisão estatal, os caixões serão envolvidos na bandeira nacional e transferidos às cidades de origem das vítimas onde serão sepultados.

As autoridades decretaram uma jornada de luto na qual as bandeiras ondearão a meio mastro e foi pedido à população que vista roupas pretas durante o dia.

‘Fizemos todo o possível para tentar incluir a população em render esta última homenagem, especialmente durante o minuto de silêncio’, disse ontem à noite o ministro da Defesa, Hishammuddin Hussein.

O avião do voo MH17, que fazia a rota entre Amsterdã e Kuala Lumpur, foi derrubado por um míssil no dia 17 de julho com 298 pessoas a bordo quando sobrevoava o leste da Ucrânia, onde seguem os combates entre o exército ucraniano e rebeldes pró-Rússia. EFE