Malásia prende suspeita de envolvimento na morte de Kim Jong-Nam

Polícia informou ter detido uma mulher que poderia ter conexão com a morte de Kim Jong-Nam, meio-irmão do líder da Coreia do Norte

Kuala Lampur – A polícia da Malásia afirmou ter detido uma mulher acusada de ter conexão com a morte do meio irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un.

Em um comunicado divulgado na quarta-feira, a polícia local afirmou que a mulher foi presa no aeroporto da capital do país. Ela estava carregando documentos vietnamitas.

O meio irmão de Kim Jong Un morreu na segunda-feira, após ter subitamente passado mal no aeroporto.

De acordo com autoridades do governo malaio, antes de morrer, Kim afirmou aos médicos que o atenderam que foi atacado com um spray químico.

Fonte: Associated Press.