Mais de 100 túmulos são profanados em supostas práticas vodu

Os túmulos foram abertos em meados desta semana e a Polícia do Benin já abriu uma investigação para descobrir os responsáveis

Cotonou – Uma centena de túmulos foi profanada na cidade de Dangbo (a nordeste da capital do Benin, Cotonou) para supostas práticas de vodu, informou nesta sexta-feira à Agência Efe por telefone uma fonte da Polícia local.

Segundo a fonte, os túmulos foram abertos em meados desta semana e a Polícia do Benin já abriu uma investigação para descobrir os responsáveis.

Vários especialistas assinalaram que a profanação de túmulos é uma prática recorrente no cemitério de Dangbo e em outras regiões do país.

Os saqueadores deixam os túmulos abertos e pegam alguns órgãos dos mortos, que são utilizados em práticas vodu.

No entanto, é a primeira vez que um número tão elevado de sepulcros foi profanado em Dangbo, feito que criou preocupação entre a população local.

O vodu é uma das práticas religiosas mais estendidas no Benin, onde se acredita que ao redor de 40% da população o pratica.

De fato, existe inclusive um Dia Nacional do Vodu no país africano, em 10 de janeiro.